• Equipe

Edgar Wright revela detalhes de Noite Passada em Soho

Noite Passada Em Soho, novo thriller psicológico de Edgar Wright, chega aos cinemas brasileiros em 18 de novembro. O filme conta a história da jovem Eloise (Thomasin McKenzie), que descobre ser capaz de voltar no tempo e se transportar para a década de 1960, mas se depara com as consequências, cada vez mais sombrias, dessa habilidade. Além de Thomasin McKenzie, Anya Taylor-Joy e Matt Smith também estrelam a produção, dirigida e produzida Edgar Wright, que assina o roteiro em parceria com Krysty Wilson-Cairns.

Durante a produção do filme, Edgar Wright revelou que concebeu a ideia original do filme há mais de uma década, e logo rascunhou as linhas da história, mas não se apressou para desenvolvê-la para a telona. “Eu amo Londres e amo os anos 1960, mas com a cidade tenho uma relação de amor-ódio, porque ela pode ser brutal e bela na mesma medida. Está sempre mudando, a gentrificação e a nova arquitetura tem mudado lentamente a paisagem. Com tudo isso em mente, é fácil romantizar décadas anteriores, mesmo aquelas que você não viveu. Talvez seja perdoável pensar que viajar no tempo de volta aos 1960 seria incrível. Mas fica no ar essa dúvida incômoda: seria mesmo?”, indaga Wright.

O cenário para o longa foi especialmente escolhido pelo diretor. Não havia nenhuma hesitação na mente de Edgar Wright: as filmagens seriam no Soho, porque só o Soho pode “interpretar” ele próprio. “Eu sinto que o centro de Londres e o Soho desapareceram das telonas. Você tem uma produção ocasional de grande orçamento com cenas rodadas em Trafalgar Square, mas os filmes que eu cresci assistindo, nos anos 1960 e 1970, como Farsa Diabólica ou O Ato Final – ambos grandes exemplos do bom uso das locações do centro de Londres no cinema, quase não existem mais. Então, a ideia e o desafio de filmar no Soho e no centro ressoou muito em mim”, explica.

Noite Passada Em Soho chega aos cinemas brasileiros em 18 de novembro. Consulte a programação dos cinemas da sua cidade.

Confira o trailer oficial:


Sobre o filme

Se você pudesse voltar no tempo, voltaria? Deveria?

O passado é um outro país, dizem, cujas fronteiras estão fechadas. Mas, e se não fosse bem assim? E se você pudesse experimentar viver em um outro tempo com as emoções à flor da pele? Essa é a situação de Eloise (Thomasin McKenzie) no novo thriller psicológico de Edgar Wright. Uma estudante de moda recém-chegada a Londres, a cidade das névoas, com todo o seu futuro pela frente, Eloise é obcecada pelo passado – anseia pelo tempo que não volta mais, e se desespera sonhando como seria viver na capital inglesa dos anos 1960 em toda a sua glória. No entanto, o estranho dom psíquico de Eloise pode realizar seu sonho mais literalmente do que ela imagina.

Mudando-se para as monótonas moradias estudantis, Eloise sente-se imediatamente intimidada por sua brilhante colega de quarto, Jocasta (Synnove Karlsen) e os amigos pretensiosos dela. Apesar das tentativas de seu amigo John (Michael Ajao) para encorajá-la, Eloise não suporta as constantes festas da turma, e prefere alugar um quarto no topo de uma antiga casa, cuja proprietária é a Sra. Collins (Diana Rigg). É ali, sentindo-se ainda insegura, mas esperançosa com sua nova vida, que Eloise mergulha em sonhos nos anos 1960.

Serão apenas sonhos? Eloise parece entrar na pele de Sandie (Anya Taylor-Joy), que almeja ser uma estrela dos anos 1960 e, por isso, frequenta o Café De Paris. Sandie é uma aspirante a cantora, dançarina, atriz, estrela - disposta a tudo para provar seu talento. Todos os sonhos de Sandie parecem se tornar realidade quando ela conhece o charmoso Jack (Matt Smith), um gerente que pode ser capaz de apresentá-la às pessoas certas e ajudá-la a lançar sua carreira. É quando Eloise é tragada para, com Sandie, viver uma aventura inebriante do primeiro amor, de surpreendentes revelações e grandes sonhos.

Eloise imediatamente adota Sandie como seu modelo, tinge o cabelo para se parecer com sua heroína e vive à espera de cada noite quando, em seus sonhos, pode reencontrar Sandie no passado. Mas quando a vida de Sandie torna-se mais sombria, Eloise corre o risco de se perder na companhia dela. Seus sonhos com os anos 1960 estão agora tingidos de escuridão, que transborda da noite para o dia a dia de Eloise à medida que os problemas de Sandie começam a pesar sobre seus ombros. Haverá uma maneira de mudar o passado e salvar Sandie? Poderá Eloise resolver um mistério de décadas atrás antes de que ela também acabe ficando em perigo?

0 comentário