• Equipe

Em vídeo especial, Warner apresenta conteúdo inédito sobre o figurino de Duna

Duna está chegando nos cinemas brasileiros dia 21 de outubro e para celebrar esse acontecimento a Warner Bros. Pictures apresenta um vídeo especial sobre o figurino do filme, com o elenco comentando sobre essa jornada épica baseada no best-seller de Frank Herbert.

Os responsáveis pela criação da imensa quantidade de trajes usados no filme foram os figurinistas Jacqueline West e Bob Morgan, que se mudaram de Los Angeles para Budapeste e reuniram um pequeno exército dos melhores colaboradores de todos os cantos da Terra; e inspirados pelas diretrizes de Villeneuve, a dupla começou fazendo montanhas de pesquisa sobre o futuro e o passado.

Jacqueline e Bob queriam que os trajes fossem usuais e as orientações do diretor foram essenciais para tudo se encaixar. “Denis falou muito sobre nômades, pessoas do deserto e os diferentes desertos do mundo, e como as pessoas se vestiram para sobreviver neles. Nós olhamos para uma infinidade de pinturas, e eu peguei muitas referências medievais, porque fazia parte da minha área de estudo na história da arte. Revi muitas pinturas de Goya, que me hipnotizou com suas representações de religião, do bem e do mal. Havia também referências à mitologia grega no romance, e isso me levou a um outro mergulho estético”, comenta Jacqueline West.

Quanto à paleta de cores, os figurinistas se inspiraram nos mundos em que os personagens viviam e como Vermette os concebeu no design de produção. “Os trajes dos Atreides eram majoritariamente verdes, porque Caladan é um planeta de clima temperado, fresco, com muitas chuvas, por isso é exuberante e denso. Arrakis, em contraste, é deserto e rocha, então os trajes para seus habitantes eram em tons de amarelo areia e bege”, afirma West.

O diretor Denis Villeneuve escolheu trabalhar com Jacqueline West e Bob Morgan porque ambos são reconhecidos por seus filmes de época. “Eu queria que o figurino se parecesse com o de um filme histórico. Quando você lê o livro, fica com a impressão de que ele foi escrito no futuro e trazido de volta por algum tipo de historiador maluco que usou uma máquina do tempo. Eu queria que o figurino mimetizasse essa sensação. Eu queria que os figurinos parecessem autênticos, que se distanciassem da fantasia para serem mais baseados na realidade do que os personagens vivenciam no ambiente ou por causa de sua posição social. Queria algo que parecesse factual, tão sujo e tão real quanto possível, e eu sabia que eles seriam perfeitos para isso. Sou um grande fã do trabalho deles”, finaliza o diretor.

É possível conferir o vídeo no link e embarcar no universo espetacular baseado na obra de Frank Herbert. Duna é estrelado por Timothée Chalamet, Zendaya, Oscar Isaac, Rebecca Ferguson, Jason Momoa e Charlotte Rampling e chega aos cinemas brasileiros em 21 de outubro.

0 comentário