• Equipe

Por onde andam os atores de Stranger Things?

O Elenco da série, que está fazendo sucesso nos últimos anos, conseguiu se consolidar no audiovisual por conta de seu talento. Veja aqui os mais recentes trabalhos dos atores.


Millie Bobby Brown (Eleven)

Millie Bobby Brown reavivou as redes sociais recentemente com a divulgação de Enola Holmes, que traz a irmã mais nova de Sherlock Holmes – interpretado por Henry Cavill. O filme gerou polêmica sendo processado juntamente com a produtora Legendary Pictures, a editora Penguin Random House e a autora Nancy Springer pelos detentores dos direitos da obra de Arthur Conan Doyle sob a alegação de que a história de Enola Holmes é de sua propriedade intelectual. O processo ainda está em andamento.


Apesar da questão legal, o filme deve ser lançado na próxima quarta-feira, 23, na Netflix. Confira a sinopse oficial: "Quando sua mãe desaparece em seu aniversário de 16 anos, Enola procura a ajuda de seus irmãos mais velhos. Mas assim que ela percebe que eles estão menos interessados em resolver o caso do que mandá-la para o internato, Enola faz a única coisa que uma garota esperta, cheia de recursos e destemida em 1880 faria. Ela foge para Londres para encontrá-la. Encontrando diversos personagens memoráveis pelo caminho, Enola se acha no meio de uma conspiração que pode alterar o rumo da história política".

Natalia Dyer (Nancy)

Além de trabalhar em “Velvet Buzzsaw” (2019), filme de Dan Gilroy produzido pela Netflix e protagonizado por Jake Gyllenhaal que interpreta um crítico de arte em uma encruzilhada de misteriosos crimes artísticos, Dyer estreou em 2019 – apesar de ainda estar sendo lançado em alguns países – o longa “Yes, God, Yes” dirigido e roteirizado por Karen Maine. O filme é baseado no curta-metragem de Maine que leva o mesmo nome.


A trama acompanha uma jovem, Alice – Natalia Dyer –, na descoberta da sexualidade em meio à sua experiência no ensino médio católico e no acampamento Kirkos, um retiro oferecido pela própria escola onde a ideia é que os alunos descubram mais sobre si mesmos e fortaleçam seu laço religioso. À primeira vista, é um clichê adolescente: incompreensão juvenil, paixões platônicas e uma inquietação quanto ao status quo.


Porém, também apresenta uma linguagem interessante oscilando entre uma decupagem hollywoodiana e planos mais introspectivos, closes das mãos da protagonista que denotam seus desejos, sua represália no ambiente social em que está inserida. Yes, God, Yes consiste em uma narrativa de detalhes que se destacam sobre um cenário maior e mais comum. Maine também rompe com as expectativas de um “padrão juvenil” ao não estabelecer “ships” românticos e colocando, de modo sutil, mas impactante, referências às lutas feministas e LGBTQ+. É um filme adolescente, mas necessário.

Joe Keery (Steve)

Joe Keery chamou atenção ao atuar no novo longa Spree (2020) o qual acompanha a trajetória de Kurt – Joe Keery – rumo à carreia de influencer digital. A sinopse traz Kurt como criador da marca @KurtsWorld96, mal sucedida em conquistar seguidores até então, sendo assim, ele arquiteta um plano em que é motorista de aplicativo e faz lives de suas corridas.


A premissa relativamente simples e totalmente atual pode não ser tão chamativa à primeira lida, porém a maneira como ela é dada narrativamente quebra expectativas de decupagem clássica, dando ao público que achava que iria assistir apenas outro filme thriller salpicado de comédia uma surpresa quanto a espectatorialidade. O diretor, Eugene Kotlyarenko consolida nesse filme que o debutou no Sundance Film Festival uma mescla da linguagem cinematográfica com as mídias sociais, criando assim uma experiência contemporânea audiovisual e deixando a reflexão para quem assistir: como deve ser feito cinema?

Charlie Heaton (Jonathan)

O ator britânico Charlie Heaton está entre o elenco de Os Novos Mutantes (2020) juntamente com Anya Taylor-Joy (A Bruxa) e Maisie Williams (Game of Thrones). O filme sofreu diversos hiatos mesmo antes da pandemia mundial de COVID-19 acabando por estrear em agosto sendo mal recebido pela crítica especializada com 33% de aprovação no RottenTomatoes (um pouco mais alto do que X-Men: Fênix Negra que tem 22%).


Em 2020, Heaton terá ainda outro projeto lançado, trata-se de No Future o qual co-estrela com a atriz Catherine Keener (Quem quer ser John Malkovich?). O drama aborda o luto através de Will – Heaton –, um dependente químico que passa pela traumática morte de um amigo e ao retornar para casa se aproxima da mãe do falecido – Keener – dando início a um relacionamento de conforto, culpa e pesar.

Finn Wolfhard (Mike)

Talvez o ator de Stranger Things com mais filmes lançados após o início da série, despontando logo de início em It – A coisa (2017), remake da obra de 1990 que conta com Tim Curry baseada no livro de Stephen King. Somando-se ao seu portfólio, encontram-se a animação A Família Addams (2019) em que Wolfhard dubla Puglsey Addams; O pintassilgo (2019), adaptação do romance de Donna Tartt; Os órfãos (2020), terror fantasioso que conta a história de uma professora – Mackenzie Davis – que deixa a escola para se tornar tutora particular de Flora – Brooklynn Prince – em uma mansão peculiar; todavia o filme não recebeu aclamações da crítica sendo um dos principais argumentos para a sua recepção negativa o uso excessivo de códigos já muito manjados dentro do gênero cinematográfico. Wolfhard também consta no elenco de Ghostbusters: Afterlife, previsto para estrear em 2021, junto a nomes como Bill Murray e Dan Aykroyd que estrelaram o Ghostbusters original de 1984.

Caleb McLaughlin (Lucas)

McLaughlin atua em High Flying Bird (2019), um filme de Steven Soderbergh sobre Ray Burke – André Holland –, um agente esportivo passando por um embate entre os donos da NBA que leva a uma greve e ameaça comprometer um de seus clientes, um promissor jogador de basquete. Essa é uma retomada de Soderbergh nos filmes esportivos após Moneyball (2012) do qual foi demitido segundo alegações do estúdio de que o roteiro teria sido muito alterado levando a contratação de Bennett Miller.


Caleb McLaughlin também realizou Concrete Cowboy (2020) ao lado de Idris Elba, longa que acompanha Cole - Caleb McLaughlin –, um adolescente de 15 anos que se muda para a Philadelphia com o pai onde descobre o universo de subcultura dos cowboys da cidade sendo a obra inspirada na história real da “Fletcher Street Stables, uma comunidade de equitação urbana que existe na Philadelphia há mais de 100 anos proporcionando refúgio seguro para a vizinhança.”.

Gaten Matarazzo (Dustin)

Gaten Matarazzo engajou em outra série da Netflix, a Prank Encounters, um programa de terror e comédia de pegadinhas cuja premissa é filmagens por câmeras ocultas para os personagens. Ele também atuou como dublador em Angry Birds 2.

Atualmente com as gravações de Stranger Things congeladas, para passar o tempo, Matarazzo tem trabalho como garçom, segundo o The Hollywood Reporter, em um restaurante em Long Beach onde outros de seus familiares já trabalhavam.

Sadie Sink (Max)

Sadie Sink, também realizou outra produção da Netflix, Eli (2019), longa de terror sobre um garoto com uma doença debilitante que busca tratamento experimental em uma casa isolada onde conhece Haley – Sadie Sink – uma misteriosa garota. Sink ainda tem um filme previsto para 2021 chamado Dear Zoe baseado no romance de Philip Beard.

Noah Schnapp (Will)

Noah Schnapp protagoniza Abe (2020), uma comédia drama de produção mista do Brasil com os EUA sobre um menino de 12 anos, morador do Brooklyn e aprendiz de chef de cozinha brasileira que usa da gastronomia para tentar manter sua mãe judia de origem israelense e seu pai muçulmano palestino unidos. Também nesse ano, Schnapp aparece ao lado de Adam Sandler no ainda não lançado Hubie Halloween das produtoras Happy Madison Productions e Netflix. O filme narra a trajetória de Hubie, um morador impopular de Salem (EUA), durante o dia das bruxas em busca de manter a segurança de sua cidade.


Escrito por Giovana Pedrilho

0 comentário